Quem disse que a dor passa....

Como é a dor de perder um filho?

Se pudesse explicar diria que: 
É a dor de um vazio que se abre. 
É sentir um pedaço do coração faltar. 
É olhar para o horizonte e vê-lo triste. 
É olhar pra trás e viver de recordações, de belas lembranças e sentir as lágrimas rolar pelos olhos como uma torneira aberta e não ter como fecha-la.


É sentir um nó se fazer na garganta que fica a sufocar... É ter milhões de motivos para continuar a viver mas nenhum deles ser suficientes para nos levantar.


É sorrir, é entender, mas não conseguir aceitar.
Para tentar suportar a dor de perder um filho, somente viver pela Fé... e não fazer perguntas para Deus não exigir suas respostas.
 

E ver através de acontecimentos a presença do seu filho...

É viver em oração constante quando a dor da saudade apertar.
É solidarizar com aqueles que vivem a mesma dor procurando através deles se confortar.


É reaprender viver novamente de uma maneira diferente onde a alegria é temporária e o vazio é constante principalmente nos momentos em que a família se reúne em datas comemorativas, festivas... 



Mas, é tentar manter a paz pois mesmo na dor sentimos a presença do nosso filho amado a Nos confortar.


Elis Marqu


Saudade princesinha  esteja sempre comigo porque sem sua presença não conseguirei sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe de Anjo.

Mâes de filho natimorto sofrem com traumas e luto social.

Ultrassom Morfológica.